José Raimundo reporter da Rede Globo conta um pouco de sua trajetória

Em entrevista ao Panorama Geral,o apresentador e reporter da Rede Globo,José Raimundo é entrevistador por Ivan Costa, e conta um pouco de sua jornada!

  •  Quero que Deus me ajude a continuar nessa luta aí no Jornalismo do dia a dia para mostrar o Brasil sempre assuntos interessantes até quando ele me der forças.

*E como foi chegar à Rede Globo,um menino que sai do interior da Bahia do interior,do Nordeste você acha que naquele tempo foi mais difícil ou é mais fácil hoje?

  •  E  u nasci na roça,eu sou de Riachão do Jacuípe, eu nasci na fazenda do sítio mesmo, fazenda rapador, onde adolescente eu já pensava em fazer uma coisa nessa área, tenho grandes amigos daqui que minha infância que vocês conhecem,Jair cesarini até no serviço de alto-falante que ele tinha,fazia propaganda ambulante aqui em Feira de Santana muitas vezes já fiz anúncios naquela fita, no tempo da fita cassete, ainda confesso que eu não sonhava chegar um dia a rede Globo.

 

  • E minha vinda não foi por acaso, mas tudo isto é uma dose de persistência,você tem que seguir seus objetivos, não sonhava em chegar na televisão.

 

  • Cheguei a trabalhar na radio sociedade da bahia,e um dia chega o diretor da rede tupy procurando um repórter,e eu estava lá de bobeira,por acaso ele me convidou poder fazer a reportagem daquele dia, eu nunca tinha visto uma camera na minha frente, e Comecei ali e até hoje estou aqui aprendendo.

 

  • E hoje eu tenho o compromisso de informar corretamente, com ética com respeito e com responsabilidade.

*Você já fez várias reportagem como  um grande repórter agora como apresentador, o que você  espera do apresentador José Raimundo?

  •  Se eu lhe falar você pode até não acreditar mas é a pura verdade eu não me vejo em  um estúdio. Para mim o estúdio,respeito os meus colegas acho bonito, admiro todos eles com a atitude que eles têm  no estúdio, mas eu sou ,mais catingueiro, sou mais bicho do mato. No estúdio você pode ter certeza que se eu estiver lá não estou sendo feliz.

 

  • Prefiro esta fazendo  reportagens nas comunidade conversando,com as pessoas.  Esse é a minha cachaça na minha vida.

* Você falou da  fita cassete você é  de uma época longínqua, o que você tem a dizer aos profissionais estão chegando agora?

  • Eu acho que o mercado hoje está bem mais amplo do profissional dessa área tem vários caminhos várias opções no meu tempo da fita cassete E aí a coisa mais destrutiva era o rádio e televisão jornal revista hoje não estamos tudo isso e mais os blogs e sites de notícias redes sociais enfim.

 

  • Eu acho que os profissionais da comunicação hoje tem a chance igual, o importante é não perder  a responsabilidade com a informação.