Polícia Militar terá acesso a videomonitoramento da prefeitura em tempo real

O sistema de videomonitoramento funciona 24 horas por dia e a capacidade de armazenamento é de 4 dias. Em a parceria com a PM, esta capacidade avança para 30 dias. 
Polícia Militar terá acesso a videomonitoramento da prefeitura em tempo real

A Secretaria Municipal de Prevenção a Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev) e a Polícia Militar (PM), através do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL), firmaram uma parceria na última sexta-feira (17), na qual a PM, terá acesso em tempo real às imagens de videomonitoramento da prefeitura. O objetivo é fortalecer as ações de segurança na cidade e potencializar os atendimentos da população.

A iniciativa foi oficializada com a presença do secretário da Seprev, Pablo Roberto, do coronel Luziel Andrade e do capitão Rossuilson dos Santos. O Centro Integrado de Comunicação da Polícia Militar (Cicom) terá acesso às imagens das câmeras da prefeitura e também das ocorrências em tempo real.

Para o secretário Pablo Roberto, a ação vai vai facilitar muito no que diz respeito as operações que são realizadas diariamente, porque o Cicom terá como visualizar o exato momento das operações, das abordagens, das intervenções da Polícia Militar. Segundo ele, até a semana passada estavam funcionando cerca de 166 câmeras e foram colocados no Parque da Cidade 14 equipamentos. Atualmente há um total de 180 câmeras espalhadas pela cidade.

“A operação desse sistema continua sendo feita aqui na Seprev, no momento que a Polícia Militar tiver a necessidade de fazer um acompanhamento mais pontual, essas câmeras que eles estiverem usando lá serão liberadas, através do nosso próprio sistema”, afirmou ao SITE.

Ainda segundo Pablo Roberto, o atendimento é muito amplo, porque vai ajudar desde o serviço de iluminação pública, coleta de lixo, até a organização do trânsito. Cada demanda capturada pelo sistema é encaminhada para o setor responsável.

“Trata-se de uma série de ações que acontecem através do sistema videomonitoramento. Sobretudo no combate e enfrentamento a criminalidade. As imagens que são capturadas aqui, claro que tem todo um critério de reservar isso, de não está fazendo que as imagens sejam vazadas, mas existe todo um procedimento para ceder as imagens. Na medida que vamos capturando vamos encaminhando. Todas as secretarias que têm atendimentos, têm imagens que possam auxiliar no seu melhor desempenho. Essas imagens certamente são cedidas. Hoje já temos um número significativo de bairros que são monitorados”, salientou em entrevista ao Acorda Cidade.

O videomonitoramento

O sistema de videomonitoramento funciona 24 horas por dia e a capacidade de armazenamento é de 4 dias. Em a parceria com a PM, esta capacidade avança para 30 dias. Além das instituições que solicitam as imagens, qualquer cidadão também pode solicitá-las. Basta ir até a secretaria e procurar o setor responsável.

Pablo Roberto informou também que está acontecendo um avanço para que dentro de pouco tempo as imagens sejam disponibilizadas no site da prefeitura municipal.

“Nós pretendemos ampliar em mais cem pontos de videomonitoramento até junho do ano que vem. Hoje são 180 câmeras. Só no centro da cidade temos 79 câmeras espalhadas”, declarou.