Neto: Na saúde da Bahia, se escolhe quem vai viver e quem vai morrer

Foto: Rodrigo Daniel Silva/ bahia.ba

 

O prefeito ACM Neto (DEM) voltou a alfinetar o governador Rui Costa (PT), ao afirmar, na manhã desta quarta-feira (4), que na área de saúde na Bahia “se escolhe muitas vezes quem vai viver e quem vai morrer”.

“Maldosa e desumana a regulação, que escolhe muitas vezes quem vai viver e quem vai morrer. Pois aqui, o nosso compromisso é com a vida das pessoas. A minha maior função é cuidar da vida delas”, disse Neto na inauguração do Hospital Municipal de Salvador, no bairro de Boca da Mata.

O democrata reiterou críticas ao Estado por causa do fechamento de Upas na Bahia (Unidade de Pronto Atendimento). “O que fez pela saúde em Salvador? Fechou as Upas. Aliás, fez muita propaganda”, disse o prefeito.

“No entanto, vejam aqui aquela prefeitura que, em 2012, estava quebrada e que, como eles diziam, não tinha condições de andar com as próprias pernas. […] Foi essa prefeitura que ergueu a cabeça e passou a andar com as próprias pernas e que hoje dá exemplo para a Bahia e para o Brasil”.