LARANJADA: Homem é roubado e morto após marcar encontro com mulher em praia

Um encontro marcado por telefone entre um homem de 53 anos, e uma mulher de 23, na Praia Litorânea, em São Luís do Maranhão, terminou com um latrocínio (roubo seguido de morte), na noite dessa segunda-feira (23/4).

De acordo com as investigações iniciais da Polícia Civil do Maranhão, Fernando Tadeu Costa da Silva, marcou de se encontrar na praia com Andréa da Silva Ferreira, mas foi surpreendido pelo marido dela e outros dois homens, que o atacaram a pauladas e facadas para roubar o carro e outros pertences.

O delegado do caso, Vilamar Alves, falou para a Rádio Mirante AM que Andreia teria atraído Fernando com a promessa de manter relações sexuais com ele. Durante o encontro, segundo conta o delegado, ela o colocou em uma posição vulnerável, de costas para a avenida, e nesse momento, ele foi surpreendido pelos assassinos.

A investigação aponta que o marido de Andreia, Anderson Veloso Barbosa, de 22 anos, com quem a mulher tem um filho, desferiu o primeiro golpe. Ele deu uma forte paulada que atingiu a vítima e também a própria mulher.

A vítima se rendeu, mas outro participante do crime, Glaubert Ferreira Silva, de 18 anos, atacou Fernando com no mínimo quatro facadas. O terceiro envolvido foi identificado como Ramon Façanha Gomes, 22 anos.

Após praticarem o crime, os três homens fugiram com o carro da vítima, onde estava carteira, celular e outros pertences, e deixaram Andreia para trás. Pouco depois, o marido voltou para buscá-la. O casal logo foi preso e levou aos outros participantes.

“Ela conta que foi à praia, conheceu a vítima e eles trocaram telefones e marcaram o encontro. Os comparsas já estavam no local previamente acordado. Ela levou a vítima até a areia, o fez ficar de costas para a avenida e os três atacaram”, contou o delegado.

Versão da mulher

Em entrevista à rádio, Andreia conta uma versão diferente. Ela disse que voltava da praia com o marido quando o homem começou a assediá-la e oferecer carona. Ela disse que negou, mas depois deu seu número de telefone a Fernando. A mulher não fala se o marido estava perto ou não.

Andreia conta ainda que conversava com o marido sobre marcar um encontro com Fernando, quando os amigos chegaram e combinaram de roubar a vítima. “Eu aceitei, mas não de matar ele”, disse.