Moradora do Amazonas denuncia pedofilia e PM de Feira prende acusado

Um morador do bairro Baraúnas foi preso por volta das 13h40 de quarta-feira (12/9), por policiais militares da 65ª Companhia Independente (CIPM), acusado de pedofilia. O fato aconteceu após uma denúncia feita pelo número de Whatsapp, disponibilizado pela companhia, o “Fale com a 65 CIPM” (75) 9 9955-4564.

A mãe da vítima, que mora na Cidade de Manaus, no estado do Amazonas, entrou em contato com os policiais, relatou o crime de pedofilia e denunciou Rafael Matos Coutinho, que foi localizado pelos policiais.

A polícia informou que, na denúncia, a mãe afirmou que Rafel estava tentando aliciar a filha dela, menor de idade, e isso já perdurava cinco dias. Depois de tomar ciência do que estava acontecendo, se passou pela filha, usou uma foto falsa e continuou conversando com o homem, com o objetivo de tentar descobrir o nome verdadeiro e localização do mesmo.

Depois de muitas conversas e até um vídeo, onde o homem se masturbava, a mãe da garota solicitou que o acusado enviasse uma foto da rua onde morava.

Ao abrir a imagem a vítima descobriu que o homem residia em Feira de Santana ao observar que a placa de um carro estacionado na frente do imóvel era da cidade e, somando-se ao fato de que o prefixo do telefone dele tem DDD 75, a denunciante concluiu que ele residia em Feira. Em seguida ela buscou através de contatos na cidade, um número que pudesse falar com a polícia e conseguiu o número do “Fale com a 65”.

“Ela passou uma mensagem para a nossa equipe, perguntando se poderia fazer uma denúncia, mesmo estando em outro estado, como a resposta foi positiva, nos relatou o que estava acontecendo” informou a companhia.

A mãe da jovem foi orientada a prestar queixa contra o elemento em sua cidade de origem, nesse caso Manaus. Enquanto a equipe da 65ª CIPM de Feira de Santana estava mobilizada a encontrar o suspeito. O Serviço de inteligência e as equipes de emprego operacional conseguiram localizar a residência, e, chegando ao local onde ocorria o crime, os policiais encontraram o suspeito e o material utilizado na prática do crime.

A guarnição conduziu o suspeito pela prática de pedofilia à Central de Flagrantes (Ceflag), no Bairro do Sobradinho, e com o mesmo foi apresentado todo o material encontrado, incluindo o celular do suspeito, onde continha fotos, vídeos e números de várias menores.