Direito dele’, diz Ronaldo sobre Neto continuar com Alckmin após ele apoiar Bolsonaro

O ex-prefeito de Feira de Santana e candidato derrotado ao governo estadual na Bahia, Zé Ronaldo (DEM), afirmou em coletiva de imprensa, nesta segunda-feira (8), que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), tinha o “direito” de continuar apoiando Geraldo Alckmin (PSDB), como presidente do Democratas, após tê-lo surpreendido, durante debate televisivo, apoio a Jair Bolsonaro (PSL).

Ele voltou a negar que exista “divergência” com o democrata. “A gente nunca teve conversa nenhuma de divergência. Pelo menos de conversa entre ele e eu. O que aconteceu foi que eu, no debate, anunciei que faria o voto da sucessão presidencial a Bolsonaro, houve que ele queria, e eu acho que ele estava certo, continuar apoiando Alckmin, acho que era um direito dele, porque ele é o presidente do DEM”, considerou.

Ronaldo também agradeceu aos eleitores de Feira de Santana, onde foi o mais votado. No entanto, a “Princesinha do Sertão” não repetiu o alinhamento nacional com Bolsonaro e elegeria Fernando Haddad (PT) como presidente no primeiro turno.

“Quando a gente faz política, a gente trabalha pela vitória. Perdemos a eleição, mas saio daqui agradecendo a todos que confiaram nas minhas ideias, nas minhas propostas, e as pessoas que me ajudaram, que me deram apoio, em todo o estado da Bahia. Agradeço a Feira de Santana que mais uma vez me deu uma vitória. Agradeço a todos de forma indistinta”, disse o democrata.